PUBLICIDADE
Início Notícias Reviravolta no caso da jovem morta após carona de WhatsApp e detalhe...

Reviravolta no caso da jovem morta após carona de WhatsApp e detalhe é revelado; Vejam

29162
COMPARTILHAR
Foto/Reprodução

Novas informações foram reveladas pela polícia após pressão por parte da família da jovem Kelly Cadamuro, 22 anos, que foi assassinada no início de novembro.

Um novo suspeito, foi identificado, porém, a polícia ainda não divulgou seu nome para não atrapalhar as investigações, o que se sabe é que ele é morador de São José do Rio Preto, São Paulo, ele seria quem ficaria com o carro roubado por Jonathan Pereira do Prado, 33 anos, segundo informações ele receberia o carro depois que Jonathan despistasse a polícia.

Essas novas informações surgiram logo após que as autoridades receberam pressão da família de Kelly. Eles alertaram a polícia que iriam contratar um perito, caso o inquérito fosse encerrado na última sexta-feira 10/11. Os familiares, acreditam que mais uma pessoa estaria no carro com Kelly e Jonathan.

Foto/Reprodução

Sendo assim, os responsáveis pela investigação revelaram algumas novidades. Jonathan, acabou descobrindo, pouco tempo depois que assassinou Kelly, que o veículo já se encontrava na lista de roubados, da mesma forma o comprador. Mesmo munidos dessa informação, ambos decidiram seguir o plano.

Jonathan conseguiu vender o som e as rodas para outros dois receptores, antes de ser preso, também foi revelado que Jonathan ligou para outras mulheres logo depois de assassinar Kelly. Sua intenção era que elas fossem buscá-lo.

Depois dessas novas informações, resta apenas algumas pontas para de fato fechar a investigação. Quanto ao abuso sexual se houve ou não, a Polícia Civil decidiu que ainda não é hora de revelar, vale lembrar que Kelly foi encontrada sem as calças em um córrego entre as cidades de Itapagipe e Frutal.

Vídeo:

FAÇA UM COMENTÁRIO